Aprenda a fazer um terrário, a mini floresta em vaso

Eles mexem com a imaginação porque parecem um resumo da natureza, que você observa de cima, como se fosse um gigante. “Terrários podem ser feitos em qualquer tipo de vaso desde que seja transparente”.

Essas paisagens em miniatura também são uma ótima ideia para quem vive em espaços pequenos e deseja resgatar a proximidade com o verde. 

Bem feito e bem cuidado, um terrário dura anos. “Procuro usar plantas com necessidades de manutenção parecidas. O melhor é que tenham folhas pequenas e crescimento lento”, explica o  engenheiro florestal e paisagista Thiago André.





Você pode fazer o seu em potes de vidros de qualquer formato.

A ideia é deixar as plantas dentro do vidro, como se fosse um jardim encantado protegido dentro de uma redoma. Pode ser feito com apenas uma muda ou com várias mudas misturando espécies. É importante manter o Terrário em local bem iluminado, mas que seja indireto.

Aqui usamos Hera, Ripsalis, Planta pérola, Echeveria e Dinheiro-em-penca.

Depois de dois meses o Dinheiro-em-penca cresceu demais e começou a competir com as outras plantas. Então, houve necessidade de retirar esta espécie para manter as outras saudáveis.

Neste terrário, a preferência é por plantas suculentas. As suculentas gostam de pouca água.
Como o pote de vidro tem boca larga, não vai haver risco de ter umidade excessiva.
Faça o seu Terrário e depois conte como ficou! Os outros leitores vão gostar de saber a sua experiência!




Terrário, casca de árvore e pote de palha



Material: 1 pote de vidro, mudas de plantas que sejam menores que o pote de vidro, musgo, terra, areia, funil, pazinha de jardim ou colher grande e palitos de churrasco.




Como fazer um terrário de suculentas



Passo a Passo


1. Use a pazinha para despejar a areia dentro do vidro usando o funil. O funil vai permitir fazer morros de areia sem derrubar areia onde não quer e sem sujar as laterais do vidro.


Dica: Fica mais bonito se despejar a areia de maneira irregular, deixando o morro mais alto onde será plantada a planta mais alta.

Outra dica: Se for plantar plantas tropicais, ao invés de suculentas, aconselhamos colocar algumas pedrinhas de carvão comum entre a terra e a areia para absorver o excesso de umidade.

2. Pegue a planta mais alta segurando o torrão de terra por baixo para que ele não desmanche muito. Gentilmente coloque sobre o morrinho de areia.

3. Faça a mesma coisa com outra planta.

4. Ajeite o torrão de terra com os palitos de churrasco.

Dica: Se for colocar alguma planta que precisa de menos água que as outras, coloquem-a no vidro com um vasinho. Assim, quando molhar o terrário, ela receberá menos umidade e não vai apodrecer nem "morrer afogada".

5. Se sobrar mais espaços que queira preencher, coloque outra planta abrindo espaço com o palito.

6. Tampe o furo do funil com o dedo e encha o funil de terra.

7. Posicione o bico do funil onde pretende colocar a terra e destampe o furo. Coloque terra suficiente para encobrir os torrões das mudas. Se a terra entalar ajude com o palito.

Dica: Se as plantas ficarem sujas de terra, limpe-as com um pincel seco.

8. Arremate com musgo seco ou pedrinhas para cobrir a terra.

9. Regue o terrário com gotejador.

Pronto!

Dica: Para regar coisas delicadas, use embalagem de ket-chup ou mostarda. É perfeito porque dá para dosar as gotas e direcionar a água.







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bailey Irish Cream Cheesecake

Bolo de Chocolate sem Glúten